02/06/2013

[Resenha] Lembra de Mim?



Autor: Sophie Kinsella

Editora: Galera Record

Páginas: 400

Preço: 24,83 no Extra

Velocidade da leitura: Rápida - Média - Demorada

Ano: 2009











Sinopse: Lexi desperta em um leito de hospital após um acidente de carro, pensando que está em 2004, que tem 25 anos, uma aparência desleixada e um namoro desastroso. Mas, para sua surpresa, ela descobre que está em 2007, tem 28 anos, é chefe de seu departamento e sua aparência está impecável. E ainda é casada com um lindo milionário! Ela não pode acreditar na sorte que teve. Mas conforme ela descobre mais sobre a nova Lexi, nota problemas graves em sua vida perfeita. E, para completar, uma revelação bombástica pode ser sua única esperança de recuperar a memória.


Muitas amigas minhas já haviam me indicado os livros da autora incansavelmente antes de Lembra de Mim? chegar ao meu alcance. Eu estava esperando apenas um bom passatempo após ter lido a resenha de uma amiga minha, mas acabou que o livro se saiu melhor do que o esperado, me deixando super feliz por ter ganho um exemplar para a minha coleção no blog dessa mesma amiga.

A Galera Record mandou bem na diagramação do livro, a qual ficou super simples, mas seguiu o padrão dos outros livros da Sophie Kinsella. As folhas são brancas, mas isso não me incomodou muito porque eu aprecio muito a fonte padrão da editora e já que o tamanho do livro é pequeno, nem deu pra ficar desejando que as folhas fossem amarelas. Não encontrei muitos erros gramaticais e a tradução está ótima.

Lexi é uma mulher de supostamente 25 anos que acaba de levar um bolo de seu namorado, perder o bônus no emprego por apenas uma semana e o pior de tudo: sofrer um acidente. Isto é, isso é o que ela acha - com exceção da parte do acidente, que ela sofreu mesmo - que aconteceu, até acordar com 28 anos no quarto de um hospital particular, onde foi noticiada de que sua condição de vida mudou para melhor e que possui - tcharam! - um marido lindo e rico. Só que tudo está muito diferente do que ela estava habituada. Além da casa nova, da condição de casada e do status novo no emprego, suas amigas estão distantes e ela não sabe o que aconteceu, sua irmã mais nova cresceu e adotou atitudes que a deixam surpresa e um homem misterioso supõe coisas que ela não consegue acreditar. E agora, como lidar com 3 anos apagados de sua mente? Em quem confiar? Essa é a jornada de Lexi em Lembra de Mim?

Eu nunca tinha lido nada da Sophie Kinsella antes de pegar nesse livro, mas não fiquei surpresa por gostar muito da escrita da autora, já que minhas amigas a comparavam muito à Marian Keyes. Eu não achei o humor presente nas páginas de Lembra de Mim? muito próximo ao que Marian coloca em seus livros, mas não dá pra negar que Sophie possui uma escrita bem gostosa de ser lida. A leitura também flui muito bem e como todo chick-lit que se preze, você não sente as páginas passarem e se diverte muito com a comicidade que caminha junto com o desenrolar da história, que é narrada por Lexi.

Particularmente gostei do enredo proposto pela autora. A gente vai achando que é algo simples e fútil, mas Kinsella preparou algo muito mais fundo e um tanto emocional para que pudéssemos acompanhar. Quem pensa que essa obra aborda só a perda de memória da protagonista e suas trapalhadas tentando resgatá-la não poderia estar mais enganado, pois nesse livro, a autora resolveu explorar um pouco dos relacionamentos familiares, competição no ambiente de trabalho, amizade e criminalidade na adolescência, além da perda.

Por fim, Lembra de Mim? se mostrou um bom chick-lit, com um romance que não cheira nem de longe à perfeição de um conto de fadas e te transporta com facilidade para a confusa realidade feminina. Recomendo esse livro para você, que não está no clima certo para ler os títulos que tem em sua estante e anseia por uma leitura rápida e distrativa. Esse com certeza entrou pro hall dos meus favoritos!


18 comentários:

Comentários
18 Comentários
  1. Ótima resenha <3
    Agora estou desejando esse livro *-*
    Bjs

    http://blogvermelhovintage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Deseje mesmo, é muito bom! <3

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  2. Oi, Natalia.
    Gostei muito da sua resenha x) Eu nunca li nada dessa autora, mas se ela é comparada com a Marian, com certeza deve ser muito boa. Só acho que chick lit precisa ter humor, e muito. Se a Sophie não emprega tanto isso, então já perde um ponto comigo rsrsrs
    Beijos
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lucas!

      Ela é muito boa mesmo! Ele tem bastante humor sim, eu só pontuei ali que não o associei ao humor que a Marian usa, contrariando a opinião das minhas amigas, rs.

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  3. Esse livro parece ser uma delicia *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cássia!

      Demais!

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  4. Estou louca para ler um livro da Sophie, mas tem tantos que eu nem sei por qual começar! rs
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana!

      Comece por esse mesmo, garanto que você vai gostar!

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  5. Oiee

    Adorei a resenha e o livro parace ser de fácil leitura adoro livros assim!!

    Beijos

    Andressa
    http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Andressa!

      Fico feliz por você ter gostado da leitura! E sim, ela é facílima, pode ir com tudo :D

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  6. Ah, eu vou começar o primeiro livro da Sophie agora e estou com altas expectativas. Todos dizem que ela é maravilhosa.
    Fico muito feliz que a leitura tenha sido tão fácil, adoro quando livros são assim, principalmente depois de uma ressaca daquelas.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luara!

      Qual é o primeiro livro dela? Pois é, sou muito desinformada, hahaha. A escrita dela é maravilhosa sim, adorei a experiência! <3

      Também acho, chick-lits em sua maioria são ótimos curandeiros das ressacas da vida.

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  7. Olá, Nat.
    Esse livro parece ser muito legal. Eu nunca li um chick-lit, mas parece ser bem divertido, quem sabe um dia? ahahah

    Beijos, Rafael Augusto.
    Enseada das Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rafa!

      Próxima missão: te inserir no mundo dos chick-lits. É o meu gênero preferido, você vai adorar! Eles abordam os problemas da vida feminina com uma dose extra de bom-humor e comicidade. Sou apaixonada por esse gênero <3

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  8. Nunca ouvi falar desse livro, mas depois dessa resenha e dessa nota para o livro, preciso lê-lo! rs
    Adorei o tema que ele aborta, e sinto que me apaixonarei pelos personagens!
    Ótima resenha..
    Beijos
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana!

      Leia sim, eu não me decepcionei! Eu me apaixonei pela Amy e pela Fi. Quando você ler, me diga o que achou delas :D

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  9. Sou louca para ler os livros desta autora, pelo jeito quando eu for adicionar mais livros á minha meta, eu irei colocar quase todos os livros dela, rs.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana!

      Faça isso mesmo, ela é muito boa!

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir