20/02/2014

[Resenha] Obsessão



Autor: Maya Banks

Editora: Quinta Essência

Páginas: 384

Preço: 17,90 na Lojas Americanas

Velocidade da leitura: Rápida - Média - Demorada

Ano: 2013











Sinopse: Gabe, Jace e Ash são três dos homens mais ricos e poderosos do país. Eles estão acostumados a conquistar tudo o que querem. Tudo. Para Gabe, tudo significa realizar uma fantasia particular com uma mulher que era um fruto proibido - e que agora está pronta para ser colhida... Quando Gabe Hamilton viu Mia Crestwell entrar no salão na inauguração de seu hotel, sabia que iria para o inferno pelo que tinha planejado. Afinal, Mia é irmã de seu melhor amigo. Contudo, não é mais uma menininha. E Gabe já esperou muito tempo para colocar seus desejos em prática. Gabe já fez parte das fantasias de Mia há muito tempo, desde que era apenas uma adolescente com uma "paixonite" pelo melhor amigo de seu irmão. Mas o que pode acontecer 14 anos depois? Mia sabe que Gabe é como um sonho inalcançável, mas sua atração só fez aumentar ao longo do tempo. Agora ela é adulta, e não há motivo para não agir de acordo com seus desejos mais secretos.


Obsessão foi um livro cedido em parceria com o grupo LeYtoras, que eu li sob recomendação de uma amiga em quem confio muito. Como não sou de ler muitos livros eróticos, esse serviu mais como um incentivo para que eu me aprofundasse um pouquinho mais no gênero. Por conta disso, as expectativas estavam consideravelmente altas e posso dizer que não me desapontei.

O livro em si é tentador, a começar pela capa simples e bonita designada pela Quinta Essência, uma elegante adaptação da original. A diagramação é igualmente elegante e nos leva a simplicidade e leveza do romance, com um toque feminino e dócil. Gosto muito quando a editora capricha na diagramação de um romance, pois fica mais fácil de entrar no clima do livro e a leitura fica mais agradável aos olhos, pelo menos no meu ponto de vista. A tradução ficou objetiva e impecável, junto com a revisão. Ponto para a editora!

Mia é uma jovem de 24 anos que desde os seus 16, sonha em ser desejada por um dos melhores amigos de seu irmão, Gabe Hamilton. Poderoso, rico e dominador, Gabe a surpreende em um baile de inauguração de um dos seus hotéis e lhe oferece um contrato para que ela seja sua, alimentando a fachada de um emprego de assistente pessoal. É aí que munidos de um desejo reprimido por anos, os dois começam um relacionamento intenso e totalmente obsessivo que inclui nada mais do que sexo, no qual Mia se torna submissa a Gabe.

O problema é que enquanto Gabe luta para não se apaixonar, por já ter passado pelas águas turbulentas de um relacionamento que não deu certo, Mia é ferrenha em frear sua obsessão por ele, com medo de se ferir no final. Por quanto tempo os dois irão resistir? Mia não é mais uma menininha, mas será que Gabe conseguirá vencer seus impulsos e enfrentar seu melhor amigo? É isso que você confere lendo Obsessão.

Confesso que não ingressei de cara na leitura, por não estar acostumada a ler livros do gênero, mas não teve como resistir ao estilo sutil e voraz presente na escrita de Maya Banks. A autora conduz a história de modo objetivo e sem encheção de linguiça, nos apresentando aos personagens e seu íntimo da maneira mais palpável possível. Por conta disso, foi muito fácil me aproximar tanto de Mia quanto de Gabe, já que a narrativa é alternada pelo ponto de vista de ambos, ainda que em terceira pessoa.

As cenas de sexo são muito descritivas, porém não chegam ao ponto de se tornarem vulgares. O toque sensual de Maya pode até ser muito direto ao ponto, mas a autora ainda conserva sua elegância até mesmo nas palavras, tornando o ato sexual mais pessoal e sensível, menos bruto. Ainda que hajam cenas de surpreender a algumas pessoas, a autora soube dosar a sensibilidade dos personagens de forma a não assustar seus leitores, não deixando seu romance se rebaixar ao puro carnal.

Os personagens são muito bem caracterizados e definidos. Não gosto muito da Mia por mesmo que segura de suas decisões, ela ainda ser submissa ao Gabe. Sendo um livro erótico que aborda o BDSM, é óbvio que a gente já deve esperar isso da personagem feminina, mas é uma opinião pessoal minha, eu não costumo gostar de personagens submissas e inferiores a seus pares românticos. Entretanto, o que anuviou esse ponto foi o modo com que ela sabe se impor e definir suas opiniões ao longo de todo o livro, o que lhe deu pontinhos extras comigo.

Apesar de ter esse desgosto da personagem, não deixei de me identificar com ela e sua história. Falando sério, quem nunca teve uma grande crush em alguém e se viu feliz em tê-la realizada? O diferencial da Mia é que ela não fica remoendo essa paixão desesperada que tem por Gabe desde novinha como a maioria das personagens costuma fazer, o que não a torna chata e mimizenta.

Pulando para Gabe, este é mais frio e ao mesmo tempo, carinhoso. Ocupando o papel de dominador, nosso mocinho estrapola em algumas cenas, mas ainda assim é convincente. Tendo os pais separados e um divórcio recente, Gabe é um cara durão e gosta de negociar, elevando esse ponto até mesmo no seu relacionamento com Mia, quando a propõe o contrato. Gostei muito da maneira com que a autora não criou algum trauma externo para que ele acabasse se tornando obsessivo e até um pouco sádico. Ele é o que é e pronto, acabou, não tem nenhuma historinha por trás disso.

E não para por ai, os personagens secundários também tem seu espacinho na trama e são bem apresentados ao leitor. Ri muito com as especulações das amigas de Mia a respeito do trio másculo do livro e até fiquei desejando que de repente a Caroline desencalhasse com um deles, tamanha a simpatia que criei pela personagem. A ex do Gabe também não fica para trás, bem como seus pais e Jace, que tem constante presença na trama.

O romance entre o casal principal também foi muito bem desenvolvido e Maya atingiu minhas expectativas no quesito sensualidade. É um livro que eu recomendo muito às amantes dos livros eróticos e espero que seja mais divulgado, pois quem ainda não o leu não sabe o que está perdendo!


16 comentários:

Comentários
16 Comentários
  1. Gostei da resenha Natalia, mas o livro não faz muito meu estilo. Estou fugindo do gênero erótico no momento, sabe? Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa!

      Entendo perfeitamente, mas assim que bater saudade, já sabe a que livro recorrer! ;)

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  2. Parece interessante, mas não leio livros do gênero.♥

    PiinkCookie.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Laura!

      Entendo, uma pena. :\

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  3. Oi Natalia, tudo bem?
    Achei o enredo do livro muuuito parecido com o de 50 Tons de Cinza (tirando a parte de BDSM). O contrato, o cara rico e poderoso, enfim. Como não gostei de 50 Tons, acho que não me arriscaria a ler Obsessão.
    Ótima resenha, parabéns!
    Beijos,
    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Priscilla! Tudo ótimo, e com você?

      Ainda não li 50 Tons, mas já pelo comecinho, achei essas partes um tanto parecidas também, rs.

      Muito obrigada!

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  4. Oie, flor!

    Eu estou lendo e gostando de alguns eróticos, mas esse papo de ser submissa também me irrita! E por isso talvez eu não o leria, mas tudo é possível. kkk

    Letras & Versos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabby!

      Ahh, uma das minhas! Uhul, não estou sozinha /o/

      Lê sim, ela é uma submissa com opinião.

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  5. Esse livro me parece bem interessante!
    Gostei da resenha!
    Beijos
    Quarta Estação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Werys!

      Esse era o intuito da resenha, fico feliz que tenha gostado.

      Beijos,

      Natalia Leal

      Excluir
  6. Oi Natalia :D

    Adorei a resenha e posso dizer que também já li o livro e adorei! Tem as cenas sensuais, mas também foca no emocional dos personagens que é o que eu mais gosto :D

    Um xeruu *

    Lígia Paulino
    www.ligiaeseumundo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lígia!

      Exatamente! Foi por isso que eu gostei muito do livro :)

      Beijão,

      Natalia Leal

      Excluir
  7. Apesar de ver bastante resenha dessa serie, não me interessei em ler. Acho que já li a minha cota de livros desse gênero. Pelo menos no momento, não tenho vontade alguma de ler.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil!

      Imagino, hahahaha. Teve uma grande onda de publicações desse gênero recentemente, rs.

      Beijão,

      Natalia Leal

      Excluir
  8. Ótima resenha, Natalia ;)
    Não sou uma grande fã do gênero, mas fiquei interessada na leitura, principalmente pela protagonista que não parece ser nenhuma tonta irritante u.u
    sete-viidas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Monique!

      Muito obrigada! Realmente, ela é um tanto submissa (seria inverossímil se não fosse, por causa do BDSM existente), mas tem atitude de vez em quando.

      Beijão,

      Natalia Leal

      Excluir